Menu
sexta, 04 de dezembro de 2020
Interior

Ao defender gato de estimação, mãe cega apanha de filhos em Iguatemi

Violência doméstica

07 novembro 2013 - 17h30Por Kerolyn Araújo

Áureo Ajala Roa, 30, e Willian Aparecido Ajala Roa, 29, foram presos no final da tarde de ontem (6), em Iguatemi (MS), acusados de agredir a mãe de 58 anos e a irmã de 27.

De acordo com a polícia, Áureo estaria maltratando um gato, quando a mãe que é cega pediu que ele parasse com a violência. O filho, revoltado, largou o animal, pegou a mãe pelos cabelos e começou a dar tapas e socos em seu rosto. A irmã, na tentativa de defender a mãe, tentou acabar com  a agressão e acabou apanhando de Willian.

A vizinhança acionou a Polícia Militar e os dois homens fugiram. A Polícia Civil e a PM, conseguiram localizar e prender os acusados. Os dois foram autuados em flagrante por lesão corporal e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Iguatemi.

 

 

Leia Também

Ao comentar sobre alta na conta de luz, Bolsonaro pede banho rápido à população
Geral
Ao comentar sobre alta na conta de luz, Bolsonaro pede banho rápido à população
Arrendatários de fazenda são presos por crime ambiental e explorar trabalhadores em Nioaque
Interior
Arrendatários de fazenda são presos por crime ambiental e explorar trabalhadores em Nioaque
Blogueiro russo é suspeito de trancar mulher semi-nua no frio e transmitir morte dela ao vivo
Geral
Blogueiro russo é suspeito de trancar mulher semi-nua no frio e transmitir morte dela ao vivo
Executado no Noroeste, Edilson dos Anjos 'fez o inferno' quando cumpriu pena em Goiás
Cidade Morena
Executado no Noroeste, Edilson dos Anjos 'fez o inferno' quando cumpriu pena em Goiás