Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Interior

Gilda teve falência de órgãos, mas venceu a covid e agora quer ajuda com custos do tratamento

Ela chegou a ter 99% dos pulmões comprometidos

21 janeiro 2021 - 20h44Por Thiago de Souza

A professora Gilda Ricartes de Oliveira, 54 anos, sobreviveu a uma das formas mais agressivas da covid-19. Ela é de Ribas do Rio Pardo, teve falência dos órgãos, mas venceu a doença. Agora, sem o amparo do plano de saúde, ela precisa de ajuda para arcar com despesas do tratamento. 

Gilda teve a doença em novembro do ano passado. No dia 4 foi entubada e passou 47 dias sustentada por aparelhos. Considerada um milagre, teve alta em 22 de dezembro, depois de ficar com 99% dos pulmões comprometidos. 

Em casa, a professora segue lutando pela vida, dessa vez para se recuperar das sequelas da doença. Já voltou a caminhar sozinha, mas ainda falta muito. 

Segundo o Rio Pardo News, a servidora concursada está sem salários, pois aguada os laudos do INSS. Também não está coberta pelo plano de saúde, também por questões burocráticas. 

Na vaquinha virtual, o filho mais novo descreve os custos que ela tem de arcar no processo de recuperação. 

“Ela tem retorno no médico, precisa fazer uso de medicamentos caros e está sem o plano de saúde (Cassems), pois aguarda a resposta do INSS”, conta a sobrinha de Gilda.

A vaquinha já foi criada, basta clicar aqui. Os familiares aceitam todo e qualquer tipo de ajuda. O telefone para informações é: (67) 9 9217-4848.