Menu
quarta, 25 de novembro de 2020
Interior

Segunda morte de Dengue em MS pode ser confirmada a qualquer momento

Dengue

13 fevereiro 2014 - 16h37Por Carlos Guessy

A Secretaria de Saúde investiga dois casos de morte por suspeita de dengue no Estado. O primeiro caso é de uma jovem de 24 anos da cidade de Bonito, que chegou a ser transferida para Campo Grande, mas não resistiu e morreu.


O segundo é de uma idosa de 62 anos da cidade de Corumbá. O levantamento dos dados de notificação da dengue, que corresponde do dia 2 ao dia 8 de fevereiro, aponta três cidades com alto índice de infestação e sete em alerta.


São elas: Bodoquena, Rio Negro e Antônio João estão com alta incidência de casos da doença, no total são 191 notificações nos três municípios. Com média incidência estão: Corumbá, Alcinópolis, Novo Horizonte do Sul, Jatei, Água Clara, São Gabriel do Oeste e Figueirão. No total, de janeiro até agora, foram notificados 1.465 casos suspeitos em Mato Grosso do Sul.


Na capital Campo Grande, o mês de janeiro deste ano foram registrados 661 casos da doença. Segundo informações  do chefe do Serviço de Controle de Vetores Alcides Ferreira, o sucesso da diminuição dos focos da dengue nesse ano foi a efetivação do trabalho que iniciaram em agosto de 2013 e vão até abril de 2014.


A Prefeitura Municipal, diz ter 14 carros fumacês realizando diariamente o trabalho de borrifar e pulverizar todas as regiões da cidade de segunda sexta-feira.


Para quem quiser denunciar terrenos sujos ou com focos de mosquitos, podem ligar para o 3313-5000 ou 3313-5001.

Leia Também

Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Interior
Tumor retirado da cabeça de prefeito de Coxim é benigno, dizem médicos
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Geral
Presidente da Fundação Palmares ataca: 'morto no Carrefour não era preto honrado'
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 654 mortes por covid em 24h, diz Ministério da Saúde
OAB-MS pode suspender advogado que pagou para estuprar meninas de 11 e 12 anos
Interior
OAB-MS pode suspender advogado que pagou para estuprar meninas de 11 e 12 anos