Menu
terça, 27 de outubro de 2020
Interior

Jovem de 22 anos é esfaqueada e morta pelo ex

Esfaqueada

13 fevereiro 2014 - 11h08Por Anna Gomes

A Polícia Militar registrou no começo da manhã desta quinta-feira (13), mais um homicídio passional, tendo como vítima Jociely Pinheiro Barbosa. O crime ocorreu em uma residência, localizada na Rua Paranaíba, Bairro Jardim Primaveril, em Três Lagoas.

O autor do assassinato seria o ex- companheiro da vítima, identificado apenas pelo primeiro nome de Roberto.

Inconformado com a separação, ele teria pulado o muro da casa e arrombado a porta do imóvel, desferindo uma facada contra a jovem, que ainda tentou esconder-se em um dos quartos do imóvel, porém, a porta também foi arrombada.


TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Além de matar a ex companheira, o acusado ainda tentou matar o atual namorado de Joyce, Luciano Gomes da Silva, de 32 anos que também estava na casa.

Ele foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao Hospital Auxiliadora em estado grave.


FUGA

Após o homicídio, o autor empreendeu fuga, tomando rumo ignorado. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

Diligências foram realizadas, mas até o momento, o autor não foi localizado. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil.

Leia Também

Em horário noturno, candidatos citam distritos e corredor de ônibus em Campo Grande
Cidade Morena
Em horário noturno, candidatos citam distritos e corredor de ônibus em Campo Grande
Sem diversão durante a pandemia, crianças do projeto Recriar se divertem em parque recreativo
Cidade Morena
Sem diversão durante a pandemia, crianças do projeto Recriar se divertem em parque recreativo
Antes promissor, partido de Amoêdo fracassa em pesquisas de Campo Grande e mais sete capitais
Política
Antes promissor, partido de Amoêdo fracassa em pesquisas de Campo Grande e mais sete capitais
Nelsinho chega à Rússia para entregar pedido de Bolsonaro para libertar brasileiro preso
Cidade Morena
Nelsinho chega à Rússia para entregar pedido de Bolsonaro para libertar brasileiro preso