(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Jovem encontrada às margens da MS-427 morreu em decorrência de um TCE

Polícia investiga se ela foi estuprada antes de ser assassinada

6 DEZ 2016
Redação com Edição de Notícias
18h02min
Foto: Angela Bezerra

Exame necroscópico realizado pelo IML (Instituto Médico Legal) de Coxim, no corpo da jovem Laura Helena da Silva, 21 anos, apontou que ela morreu em decorrência de um TCE (Traumatismo Craniano Encefálico). A vítima foi encontrada morta na tarde de ontem (05), às margens da MS-427, em Rio Verde. O caso está sendo tratado como homicídio.

De acordo com informações do site Edição de Notícias, o corpo de Laura apresentava lesões graves nas costas, braços, pernas, pés e mãos. A suspeita é de que ela tenha sido assassinada no domingo (040.

Como Laura estava seminua, a polícia ainda investiga se ela teria sido estuprada e depois assassinada. Outra hipótese é que ela tenha sido assassinada em outro lugar e desovada às margens da rodovia.

Ninguém foi preso até o momento.

O caso

O corpo de Laura foi encontrado por trabalhadores da secretaria de obras que roçavam às margens da rodovia e acionaram a Polícia Militar. Ela estava sem a parte de baixo das roupas e em estado decomposição.

Conforme o delegado José Roberto de Oliveira Junior, responsável pelo caso, a família havia registrado um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da jovem na tarde desta segunda-feira (05). Segundo relato dos familiares, Laura tinha sido vista pela última vez em uma festa realizada no sábado (3), em uma lanchonete da cidade.

No local do crime peritos do Núcleo Regional de Perícias recolheram camisinhas, uma viseira de capacete e um estojo de som automotivo.

Veja também