(67) 99826-0686
Camara - marco

Juíza cassa prefeito de Bonito por compra de voto

Interior

17 OUT 2013
Carlos Guessy
14h58min
Leleco foi cassado e multado em R$ 35mil. Foto: Divulgação

O prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza (PTdoB), mais conhecido por Leleco, foi cassado e multado em R$ 35 mil pela juíza Adriana Lampert, da 30ª zona eleitoral.

Conforme a sentença “Ressalto, novamente, que, caracterizado o abuso de poder econômico, não se indaga se ocorreu responsabilidade, participação ou anuência do candidato, mas se o fato o beneficiou...É evidente que a venda de cerveja a R$1,00 por ocasião da mencionada bliz e pelas circunstâncias fatídicas (carnaval, acesso ao bairro mais populoso) beneficiou os candidatos Leonel e Luisa...Reconhecido o abuso do poder econômico no caso em exame, resta a definição das sanções adequadas a cada um dos requeridos”.

A juíza conclui: “Por fim, em razão da captação ilícita de sufrágio e de acordo com os termos do que determina a norma contida no artigo 41-A da Lei nº 9.504/97, cabe a cassação do diploma de prefeito que foi concedido ao representado Leonel por ocasião da renovação da eleição majoritária, em 3 de março do presente ano”.

As acusações são de abuso de poder econômico e compra de voto e ainda cabe recurso.

Leleco foi cassado e multado em R$ 35mil. Foto: Divulgação
Leleco foi cassado e multado em R$ 35mil. Foto: Divulgação
Leleco foi cassado e multado em R$ 35mil. Foto: Divulgação

Veja também