(67) 99826-0686

Mãe encomenda morte do genro e filha é morta 'por engano'

Dourados

30 JAN 2014
Schimene Weber
08h26min
Foto: Reprodução

Por volta das 17h desta quarta-feira (29), Maria Aparecida da Silva Oliveira, de 39 anos, o companheiro dela, Jeser Araújo dos Santos, 40, um filho de 17 e outro menor de 16 anos foram presos por policiais do Serviço de Investigações Gerais de Dourados, após a conclusão das investigações acerca do assassinato ocorrido durante a madrugada do mesmo dia (clique aqui para entender o caso).

Eles confessaram a participação no atentado ao casal morador do Jd. Água Boa, onde Karine Aparecida da Silva Oliveira Pedroso, de 18 anos, foi morta por engano no lugar do marido, uma vez que a mãe da vítima teria encomendado o assassinato de seu genro, Felipe Leonardo Costa, de 22 anos, que ficou gravemente ferido.

De acordo com as informações sobre o ocorrido, quando Jeser entrou na casa após a ordem da sua companheira, Felipe teria puxado Karine para se proteger e, então, o plano deu errado.

Maria alega que teria encomendado a morte do homem porque, além de seus constantes atos violentos, havia descoberto que ele queria matá-la. O genro também já teria estuprado sua cunhada de apenas 13 anos.

Os quatro envolvidos foram autuados em flagrante, acusados de homicídio e tentativa de homicídio. 

Veja também