TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Interior

MPE pede prisão e denuncia falso médico que matou paciente em hospital público de MS

Promotoria acredita que suspeito fugiu para a Bolívia

21 fevereiro 2017 - 17h40Por Thiago de Souza

Marx Honorato Ortiz, falso médico suspeito de matar o paciente João Maria Padilha da Silva, no Hospital Municipal  de Paranhos, foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público Estadual. Junto da denúncia, o MPE pediu a prisão preventiva dele pois há suspeitas que esteja novamente exercendo ilegalmente a profissão de médico na Bolívia.

Além do crime de homicídio doloso, há o pedido para que ele seja condenado por exercício ilegal da medicina, falsa identidade e desobediência.  A denúncia foi oferecida pelo promotor de Justiça Willian Marra Silva Junior, da Promotoria de Justiça de Sete Quedas. 

Conforme a investigação policial, Marx Honorato usou documentos médicos do médico Marcell marques Peres, já que o suspeito não tinha habilitação para exercer a medicina. Segundo o MPE, há informações que ele teria estudado medicina na Bolívia, fato que será averiguado.