TJMS AGOSTO
Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Interior

Padrasto confessa que espancou menino de um ano até a morte

Dourados

22 outubro 2013 - 11h07Por Carlos Guessy

Davidson Correia dos Santos, de 25 anos, foi preso na noite de ontem (21), acusado de ter espancado o enteado, Braian de Souza Silva, de um ano e oito meses, até a morte. O menino era filho de sua esposa e estava em casa junto com ele, na Rua dos Abacateiros, no Jardim Colibri, em Dourados (MS).

Segundo a polícia, ao observar que o menino não estava bem, o padrasto ligou para a mãe, que trabalha no shopping de Dourados, dizendo que Braian havia caído da cama e machucado a boca. Ao chegar em casa, a mulher percebeu que o garoto estava desacordado e acionou uma equipe do Corpo de Bombeiros. A criança foi levada para hospital, mas chegando na unidade, sua morte foi constatada.

Depois de contar a versão do marido, a mãe foi informada que os sinais no corpo da criança eram de agressão e não queda.
A Guarda Municipal de Dourados deteve o homem até a chegada da Polícia Militar. Davidson está preso em uma das celas da 1ª Delegacia e deve ser transferido ainda hoje (22) para a Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa, em Dourados.

Encontramos vestígios de sangue e sinais de roupas lavadas, na residência. Isso prova a intenção de "esconder o crime", afirmou a delegada Andreia Alves Pereira.

Davidson no inicio negou o crime mas depois confessou que agrediu a criança depois de ingerir bebida alcoólica.

 

Leia Também

Adolescente é agredida e mantida em cárcere privado pelo marido
Polícia
Adolescente é agredida e mantida em cárcere privado pelo marido
Mesmo com transferências, 98% dos leitos críticos do Hospital Regional estão ocupados
CORONAVÍRUS
Mesmo com transferências, 98% dos leitos críticos do Hospital Regional estão ocupados
Mãe de menina estuprada pelo padrasto comemora prisão de estuprador e diz que agora está em paz
Polícia
Mãe de menina estuprada pelo padrasto comemora prisão de estuprador e diz que agora está em paz
Beneficiado pela saída temporária da pandemia, líder de facção criminosa é preso na fronteira
Polícia
Beneficiado pela saída temporária da pandemia, líder de facção criminosa é preso na fronteira