TCE Novembro
Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
TRE
Interior

PMA salva quatro homens após naufrágio de barco no Pantanal

06 março 2016 - 09h19Por Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Miranda concluíram, no início da tarde de ontem (5) no início, ação de fiscalização, que começou com salvamento de quatro pessoas no rio Chapena, em Bodoquena.


Os policiais receberam um pedido de ajuda no dia 1 de março, às 22h30, de um proprietário de uma fazenda, a 60 km da cidade, em virtude de que um grupo de quatro pessoas, que ele havia contratado para arrebanhar gado, devido a cheia, estaria desaparecido. Os funcionários haviam desaparecido, quando saíram em uma embarcação pelo rio Chapena nas buscas aos animais e deveriam ter voltado no final da tarde do mesmo dia, antes de escurecer. Familiares dos desaparecidos e funcionários da fazenda os procuraram desde às 17h00 e não houve sinal de vida.


A PMA colocou uma embarcação à procura dos desaparecidos, ainda de madrugada, do dia 2 de março, a partir do local de onde eles teriam saído, a ponte do rio Chapena, na divisa dos municípios de Bodoquena e Bonito. Depois de navegarem durante a escuridão da madrugada, por meio de galhadas, em locais arriscados, onde foram avistados diversos bovinos mortos, arrastados pela corrente do rio, os policiais ouviram gritos. Deslocaram-se no sentido dos gritos de socorro e, depois de 15 minutos, localizaram os homens em meio a galhadas de árvores, em uma faixa de 1,5 m² de terra no rio. Quando o dia clareou os policiais voltaram e encontraram a embarcação tombada presa à galhos.


Os homens de 25, 40, 46 e 56 anos afirmaram que a embarcação havia virado na correnteza e que eles foram lançados na corrente e conseguiram se agarrar a árvores àquela pequena ilha. Apesar de desorientados e abalados, afirmaram que em determinado momento o rio enchia e eles precisavam subir em árvores na pequena ilha e que passaram muito frio. Disseram que a escuridão não permitia que eles fizessem qualquer movimento, pois não tinham noção das condições. Só sabiam que a corrente era muito forte e que não conseguiriam sair dali nadando e só pensavam que morreriam ali.


A PMA socorreu as vítimas e as levou até a ponte onde estava o veículo e de lá para a fazenda e entregou aos familiares. Os homens que estavam com muito frio corriam riscos de hipotermia se não fossem encontradas em tempo hábil. Os policiais continuaram em fiscalização ambiental na região e terminaram a missão ontem à no início da tarde.