tce janeiro
SENAR 26/01
Menu
quarta, 26 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Polícia Civil incinera mais de 30 toneladas de drogas em Itaporã

18 dezembro 2015 - 19h44Por Assessoria de Imprensa

A Polícia Civil de Itaporã,  a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), 1ª Delegacia de Polícia Civil e a Delegacia Regional de Dourados incineraram nesta quinta-feira (17), nos fornos do Grupo Jangada em Itaporã, mais de 30 toneladas de drogas apreendidas nos últimos seis meses na região Sul do Estado.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Itaporã, Ricardo Meirelles, foram dois dias para a queima total de aproximadamente 31 toneladas de drogas. “Os entorpecentes foram incinerados com autorização do Poder Judiciário, uma vez que a lei prevê que após serem periciados e comprovados o teor das drogas, as mesmas devem ser encaminhadas para a destruição.

Segundo o titular da Delegacia Regional de Dourados, delegado Lupérgio Degerone, as drogas destruídas em Itaporã foram tiradas de circulação ao longo dos últimos seis meses em ações e operações especiais de repressão ao narcotráfico no Sul do Estado.

“Destruímos drogas apreendidas também em Nova Alvorada do Sul, Dourados, Rio Brilhante, Laguna Caarapã e Douradina”, explica o delegado Regional.

Estiveram presentes no ato de incineração o delegado Regional adjunto de Dourados, João Alves de Queiroz, o delegado da Polícia Civil de Itaporã, Ricardo Meirelles Bernadinelli, o diretor da Vigilância Sanitária de Itaporã, Rodrigo Pradella, soldados do 28° Baltalhão Logístico Mecanizado do Exército em Dourados e diversas autoridades civis e militares da região.

Mato Grosso do Sul é recordista nacional em apreensões de drogas e só este ano as polícias já tiraram de circulação mais de 260 toneladas de entorpecentes nas áreas urbanas e rurais dos 79 municípios do Estado. São 30 toneladas a mais de drogas, que o mesmo período do ano passado, o que fez com que o Estado quebrasse o próprio recorde que era de 230 toneladas.