Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
Camara - corona
Interior

PM prende quinteto com fuzil que seria usado para ameaçar eleitores em Paranhos

Ação foi a pedido do Governo do Estado e aconteceu nessa segunda-feira (27)

27 setembro 2016 - 17h29Por Thiago de Souza

Cinco pessoas foram presas na noite dessa segunda-feira (27), na estrada vicinal "Barro Preto", portando quatro pistolas e até um fuzil, que seriam utilizados para ameaças e compra de votos em regiões de aldeias indígenas de Paranhos. A ação da Polícia Militar atendeu um pedido da Casa Civil de Mato Grosso do Sul.

Na ação foram presos Ivam Fabrício Ferreira Antunes de Oliveira ,36, Joelse Waldir Pinheiro, 28, Geovane Gaspar Neves de Oliveira, 22, Santa Cruz Tavares da Silva, 47 e Joanelde Ferreira Pinheiro, 26.  

Conforme o site A Gazeta News, os militares passaram a realizar rondas pelos locais denunciados e levantar informações sobre o grupo. Os suspeitos estavam em um carro custon, cor  prata. No interior dele havia duas pistolas 9mm, outras duas pistolas .380 e um fuzil calibre 7,62 mm, com carregador municiado. 

A polícia vai investigar o caso, mas até o momento o nome do candidato que seria favorecido não foi divulgado. 

 

Leia Também

Loester quer uso obrigatório de máscara em Campo Grande
Política
Loester quer uso obrigatório de máscara em Campo Grande
EM CRESCIMENTO: Mato Grosso do Sul chega a 1.925 casos do coronavírus
Saúde
EM CRESCIMENTO: Mato Grosso do Sul chega a 1.925 casos do coronavírus
PSD não está preocupado com reeleição de Marquinhos, diz líder na Câmara
Política
PSD não está preocupado com reeleição de Marquinhos, diz líder na Câmara
Daqui duas semanas: droga que combate a Aids será testada em pacientes com Covid-19
Saúde
Daqui duas semanas: droga que combate a Aids será testada em pacientes com Covid-19