ALMS CONTAR 25/06 A 27/06
(67) 99826-0686

Assassino de homem que morreu em fazenda do Pantanal era seu funcionário

Procurado

26 FEV 2014
Da redação
19h45min
Foto: Divulgação

O homem que matou Ramão Damião de Oliveira Mendes, de 41 anos, na Fazenda Paloma, em uma região conhecida como Estrada do Taboco, no município de Aquidauana (MS), na manhã de quinta-feira (20), era seu funcionário.


Identificado como WiIian dos Santos, conhecido como Gringo, 23 anos, o assassino é residente da cidade de Anastácio e está foragido.


Ele premeditou e matou Ramão Damião com dois tiros, sendo uma na região temporal – “a queima roupa” – e outro na nuca, possivelmente após a vítima já estar caída ao solo.


Após praticar o crime, Gringo pegou uma mochila que já havia deixado na porteira de acesso a sede da fazenda, deixando para trás uma espingarda artesanal. Ele levou embora a arma do crime (possivelmente uma “garrucha” de dois canos”) e se embrenhou na mata tomando rumo ignorado.


Ainda de acordo com as testemunhas presentes no momento do crime, autor e vitima tomavam o café da manhã na cozinha da propriedade, quando em determinado momento a vitima deixou o local e seguiu para o trabalho. Gringo o seguiu de perto e efetuou dois disparos por trás da vitima, acertando a região temporal do lado esquerdo e nuca.  A vítima era empreiteiro na fazenda, enquanto que Gringo era seu funcionário.


O autor não foi localizado, apesar de a polícia ter diligenciado durante todo o dia nas fazendas circunvizinhas ao local do crime, como ainda ter feito barreira policial na rodovia BR 419.


Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Willian, o delegado regional de Policia e chefe do Núcleo de Inteligência, Investigações e Capturas (NIIC), Antenor Camargo Leme, pede para entrar em contato pelos telefones 3241-2020 ou 9915-2481, que será garantido o sigilo do anonimato.        

Veja também