TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Pré-candidatos a prefeito de Bela Vista venderam vacina do SUS contra a influenza

Ambos têm farmácias na cidade, segundo denúncia do MPE

03 julho 2020 - 09h30Por Thiago de Souza

Dois políticos cotados como pré-candidatos à Prefeitura de Bela Vista, Demécio Takeshi Higa, 50 anos e Daniel Palomares, 47 anos, foram denunciados à Justiça por vender vacinas contra a influenza H1N1, desviadas do Sistema Único de Saúde. 

Conforme a denúncia, ambos eram donos de farmácias na cidade e botaram os produtos à venda, em maio de 2016, sabendo que aquilo era ilegal, diz o MPE. O crime foi descoberto após denúncia anônima. 

Ainda segundo a denúncia, a Polícia Civil e o Ministério Público foram até a Drogavista, de Demécio Takeshi, conhecido como Xetinho, e constataram que a vacina aplicada nos clientes era contra a gripe H1N1. Porém, aquela imunização pertencia ao Governo Federal. Xetinho, inclusive, é vereador e presidente da Câmara Municipal de Bela Vista. 

Mais um

Daniel Palomares também foi alvo da operação e constatou que na Drogaline também havia frascos da mesma vacina. À época, Palomares disse que comercializou apenas uma dose da vacina, por engano de um funcionário dele. 

No entanto, segue a narrativa do MPE, declarações das testemunhas e comprovante de pagamentos das vacinas, mostraram que Daniel vendeu cerca de18 doses de vacina vírus influenza de procedência ignorada.

A denúncia do MPE foi assinadas no dia 14 de maio deste ano.