Menu
terça, 20 de outubro de 2020
Interior

Presidente do TJ/MS assina ordem de serviço para construir Fórum

Coxim

16 janeiro 2014 - 08h50Por TJ/MS

O município de Coxim receberá a construção do prédio do Fórum da Comarca por meio de assinatura de ordem de serviço prevista para ser efetuada no dia 7 de fevereiro, às 10h pelo presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Joenildo de Souza Chaves.

Na oportunidade, a população conhecerá a estrutura planejada para a obra, que terá área de 1.544,1358 metros quadrados. O novo prédio possuirá quatro gabinetes,  salas de audiências, Tribunal do Júri, cartório único amplo, salas de conciliação do juizado, distribuição,  Defensoria e Promotoria.

Na estrutura de apoio, o prédio abrigará salas de assessorias, OAB, oficiais de justiça, assistente social, psicóloga, testemunhas, secretaria, Posto de Atendimento ao Cidadão (PAC), banheiros coletivos, hall de entrada com local de espera, além de estacionamento privativo murado, garantindo a segurança dos juízes, com entrada independente para presos, além de estacionamento para servidores e o público. 

Com base nas orientações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o novo Fórum buscará sustentabilidade e eficiência energética. Para atingir esses objetivos, prédio será equipado com condicionadores de ar tipo split, telhas termoacústicas, pintura de paredes externas em cores predominantemente claras, luminárias e lâmpadas de alta eficiência.

Leia Também

Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Cidades
Cuidado: MS está em alerta para tempestade com granizo e alagamentos
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Cidade Morena
Põe na Ata: Justiça ordena Harfouche a tirar vídeo com ataques a Marquinhos e à imprensa
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Geral
Brasil tem o primeiro caso oficial de covid-19 em animal; gata vive em Cuiabá
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados
Interior
Sindicato rural repudia 'indígenas' por apedrejamento de tratores em Dourados