TJMS JANEIRO
Menu
domingo, 23 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Interior

Em depoimento, jovem suspeito de matar Marielle diz que tiro foi acidental

22 novembro 2015 - 09h11Por Rodson Willyams

Caio Saut, de 19 anos, apontado pela polícia como autor da morte de Marielle Vieira, de 18 anos, está preso. Ele foi autuado em flagrante por homicídio doloso simples, de acordo com o delegado Ricardo Cavagna, que investiga o caso da jovem morta com um tiro na cabeça e encontrada no banheiro da residência do rapaz na última sexta-feira (21), na região central de Ivinhema.

Segundo o delegado, o rapaz confessou a autoria do crime, mas disse que o disparo realizado foi acidental e que ele não tinha intenção de matar a jovem. No banheiro, Cavagna encontrou o projétil que teria transfixado a cabeça da jovem e provocado a morte da vítima. Após vistoriar os outros cômodos da casa, a polícia encontrou em outro banheiro, outra cápsula que teria sido deflagrada.

Em entrevista ao site Ivi Notícias, o delegado revelou que utilizou imagens de segurança de uma residência localizada em frente a casa do rapaz, em que pôde constatar que havia a presença de um adolescente no local e viu quando Marielle chegou a residência. No entanto, após oitivas entre o adolescente e o autor, Caio assumiu a autoria do crime e negou a participação do menor de idade.

De volta à casa, os policiais localizaram a arma carregadas com apenas cinco cápsulas que estavam intactas de um total de seis munições. A arma foi apresentada ao rapaz, que reconheceu a arma que teria feito o disparado de forma acidental contra a jovem.

Diante da confirmação, o delegado Ricardo Cavagna autuou Caio em flagrante delito pelo crime de homicídio doloso simples. O rapaz foi recolhido em uma cela da Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema e permanece até o momento a disposição da Justiça. O inquérito policial deve ser concluído em um prazo de seis dias.