Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Interior

Proprietário de conveniência assume ‘baderna’, mas se defende dos vizinhos

Homem chegou a ser preso e agora se compromete a aumentar segurança, mas diz ser difícil controlar entorno do estabelecimento

20 março 2019 - 17h12Por Amanda Amaral

O proprietário da conveniência denunciada por vizinhos ao TopMídiaNews se defende das acusações. O estabelecimento no Centro de Aquidauana, a 148 km de Campo Grande, foi alvo de operação policial no último final da semana e até mesmo o responsável pelo comércio, Diego Paulino Vargas, chegou a ser preso. 

Ele entrou em contato com a reportagem para rebater as reclamações dos vizinhos e explica a razão pela qual chegou a passar a noite na delegacia do município, onde ainda permanece um de seus funcionários. A operação coordenada pela Polícia Civil foi realizada nesta sexta-feira (16).

“Sou apenas um trabalhador, errei em algumas coisas e assumo, entendo os moradores, mas sou contra droga, algazarra e tudo isso que falaram. Parece sim que teve até já caso de sexo na rua, mas não apoio ou incentivo essas coisas”, diz.

O motivo das prisões seria a venda de bebida alcoólica a menores de 18 anos. “Isso não procede, sou rígido com isso e falei já com o delegado. Meu erro foi exagerar querer aproveitar o alvará 24 horas, mas tenho câmeras que provam meu lado, e ultimamente o movimento já caiu bastante”, diz.

No dia seguinte, sábado (17) o local reabriu e, conforme a vizinhança, também voltou o barulho, sujeira e demais irregularidades. Diego confirma que abriu as portas, mas nega que tenha havido a ‘baderna’. 

“Queria conversar com vizinhos, combinar um horário pra fechar e vou deixar de abrir domingo. Até certo ponto eu controlo a situação, conversei com uma equipe de segurança melhor pra ajudar, me comprometo”, finaliza.

 

Leia Também

Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Cidade Morena
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Cidade Morena
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões
Geral
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões