Menu
sábado, 31 de outubro de 2020
Interior

Sogro se apresenta à polícia e diz que matou genro com 7 tiros

Assassinato Dourados

09 fevereiro 2014 - 18h43Por Dourados Agora

João Batista Bento, de 56 anos, se apresentou na delegacia do 2ºDP,  na última sexta-feira (7), e confessou ser o autor dos sete tiros que vitimou o seu genro, Daniel Pereira Rodrigues, de 29 anos, conhecido como 'Neguinho Daniel'.

 

Na delegacia, João disse que matou o genro por legítima defesa. Daniel foi morto no quintal de sua casa, localizada na rua Antônio Azambuja, na Vila Santa Catarina. Ele morreu ao lado de seu veículo, no fundo do quintal da casa.

 

Em depoimento, João disse que, na noite do crime, sua filha, mulher da vítima, ligou informando que o marido estava muito agressivo. Na tentativa de proteger a filha, João foi tirar satisfação com o genro.

 

Por ser vigia, João tem um revólver calibre 38 e foi armado na casa do genro. Chegando no local, Daniel já não estava e ele decidiu esperá-lo no quintal. Após o genro adentrar na casa com o carro, o acusado foi tirar satisfação.

 

João alegou em depoimento que o genro estava agressivo e quando o viu, desceu do carro, xingou e retornou para o veículo pegar uma faca. O acusado relatou ainda que, Daniel partiu para cima dele, e que não pensou duas vezes em atirar. João descarregou a arma no genro.

 

O sogro foi ouvido e liberado para responder o crime de homicídio em liberdade. Na delegacia, João desabafou dizendo que tirou o sofrimento da filha, pois o marido dela sempre foi agressivo e batia na mulher.

 

Fonte: Dourados Agora

Leia Também

Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Interior
Presidiários e policiais são flagrados em festinha em presídio no Paraguai
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Na Lata
Na Lata: bolsonarista defende Pedro Kemp e paga mico ao denunciar candidato do PSL
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Cidade Morena
Candidatos fazem críticas e prometem investir em empregos e educação em horário noturno
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde
Geral
Em 24 horas, 508 brasileiros morrem de covid-19, diz Ministério da Saúde