TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 01 de julho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Interior

Suspeito de vender rifas falsas é desmentido pela própria mãe e vai preso

Dinheiro seria para criança de dez anos com necessidade de cirurgia

13 março 2017 - 19h37Por Thiago de Souza

Fernando Gonçalves Ferreira,32, foi preso pela Polícia Militar por oferecer rifas falsas, no pelotão do Corpo de Bombeiros, na tarde desta segunda-feira (13) em Chapadão do Sul. A PM ligou para a mãe dele e ela o xingou de mentiroso.

Os militares do Corpo de Bombeiros acionaram a polícia devido a atitudes suspeitas de Fernando, que arrecadava o dinheiro em nome de uma criança de 10 anos que teria de fazer uma cirurgia no maxilar. O suposto estelionatário disse que o garoto morava na Rua 15, porém, um sargento dos Bombeiros foi até o local indicado, que não existe. 

Questionado pela polícia, o suspeito disse que a criança era o sobrinho da irmã dele, chamada Márcia. Porém, foi verificado que Márcia é ex-namorada de Fernando. A polícia também telefonou para Márcia, que respondeu em um áudio de Whatsapp que ''a rifa compra quem quer'' e todas as vezes que a PM telefonou, ela desligou. 

A mãe de Fernando disse ainda que ele deveria estar na cidade de Campo Mourão (PR) e não em Chapadão do Sul. 

Na casa do suspeito, a PM encontrou mais 14 talões de rifa, dois canhotos vendidos,  e um pela metada, alguns com o código DDD 66. Ele também estava de posse do documento de identidade em nome de Márcia Regina Sanches, R$ 212 em espécie, celular Alcatel One Touch.