Menu
sábado, 25 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Interior

Família de traficantes fica 'ofendidinha' e expõe ação da PM em Anastácio (veja o vídeo)

Suspeitos abriram uma live nas redes sociais para se passarem por vítimas

29 julho 2021 - 07h00Por Thiago de Souza

Ocorrência de prisão de um suspeito, que empinava moto e andava sem capacete, se transformou em uma grande confusão, no último domingo (25) e ainda repercute em Anastácio, nesta terça-feira (27).

Conforme o JNE, Kleyton Dhon de Castro Soares da Costa, 19 anos, foi perseguido por policiais da Força Tática da PM, em razão dos malabarismos com a moto. Ele fugiu e correu para dentro de casa. 

Em razão da ocorrência ser em flagrante, os policiais entraram na residência para deter o suspeito, mas foram questionados quanto ao mandado. 

Além disso, diz o site, Kleyton investiu contra a equipe e, por alguns segundos, chegou a dominar um PM no chão, além de tentar tomar a arma do militar. Ele também teria avançado com uma enxada contra os militares. 

Chamou a atenção o fato de um irmão de Dhon, que também tem passagens na polícia, ter iniciado uma live nas redes sociais, para colocar a família como vítima da situação. 

Outro irmão do suspeito preso cuspiu nos policiais, os chamando de ‘’vagabundos e filhos da puta’’. 

O caso não parou por aí: na delegacia, Dhon ofendeu um policial, fazendo referência ao fato dele ser negro e disse que o militar ‘’foi extraditado da Bolívia’’. 

O que também pesa contra a família é que o rapaz que filmou a ação da polícia é suspeito de ordenar um assalto a um posto de combustível na cidade. Um dos comparsas do criminoso chegou a atirar em um frentista, mas a arma falhou e o funcionário jogou gasolina nos assaltantes. 

Investigação

Durante a live nas redes sociais, dezenas de pessoas fizeram ofensas, ameaças e até xingamentos contra os policiais militares. A Polícia Civil já estaria em poder das mensagens e pode identificar e punir os suspeitos.