Menu
sábado, 27 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Adolescente apreendido em perseguição ostenta tatuagem de 'matador de policial'

30 março 2016 - 13h20Por Mariana Anunciação

Suspeitos de vários roubos, o adolescente de 17 anos apreendido após tentativa de assalto possui uma tatuagem com forte significado: assassino de policiais. Ele estava com o adolescente de 15 anos, Mateus Oliveira Lima, que faleceu na noite desta segunda-feira (28), quando tentava fugir dos policiais do Batalhão de Choque em uma motocicleta.

Eles acabaram colidindo em uma árvore, na Rua Francisco Pereira Coutinho, no Bairro Nova Lima, em Campo Grande. O adolescente de 15 anos morreu no local e o garupa foi identificado como morador do Nova Lima, com vasta ficha policial. Ele foi socorrido e encaminhado ao UPA do Coronel Antonino.

Após ser liberado, por estar apenas com leves escoriações, o adolescente foi autuado por roubo e encaminhado, na manhã de ontem (29), para a Unei Novo Caminho, no Jardim Los Angeles, já que a vítima o reconheceu. (Leia mais). Detido, ele chamou a atenção por ter tatuagem de palhaço no antebraço, sendo associada a roubo e morte de policiais.

Admiradas por muitos e condenadas por outros, historiadores revelam que as tatuagens existem desde os primórdios, no século 14 antes de Cristo, quando eram usadas pelos egípcios. Atualmente, faz parte da cultura, sendo usada de diversas formas, com intuito de seduzir ou até mesmo por identificação. Além dos significados positivos e místicos, elas são usadas para distinguir grupos criminosos.

O capitão da Polícia Militar baiana, Alden dos Santos, ficou conhecido por se dedicar a traduzir os significados das imagens desenhadas nos corpos de presos e suspeitos de crimes no Brasil e no exterior, há pelo menos 10 anos. Tanto é que os significados das tatuagens gerou uma cartilha, adotada oficialmente como apoio à Polícia Militar.

"Na verdade, um estudo feito anteriormente indica sim que a tatuagem de palhaço do adolescente apreendido é de matador de polícia. É de conhecimento nos meios policiais, também remete a outros significados”, destacou a delegada Aline G. Sinnotti Lopes, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Adolescência (Deaij).

Conforme o levantamento do capitão Alden, as tatuagens mais conhecidas, como de palhaços costumam ser associadas a roubo e morte de policiais. Já a figura do 'Papa-léguas' ou 'Ligeirinho' indicam uso de motocicletas para distribuição de drogas e o “Demônio da Tazmania” sugere envolvimento com furto ou roubo, principalmente arrastões.  O Saci tem relação com o tráfico de drogas, pois quem a ostenta cuidaria do preparo e distribuição de entorpecentes.

Atualmente, muitas imagens se popularizaram, no entanto, algumas pessoas ainda tem receio de tatuar desenhos como caveira, carpa ou palhaço, temendo associações a integrantes de facções criminosas, visto que as imagens de peixes geralmente estão ligadas ao PCC (Primeiro Comando da Capital).

Os tatuadores destacam a importância de não recriminarem as pessoas por conta de uma imagem, apesar da cartilha poder ajudar no reconhecimento de suspeitos e garantir a segurança policial, já que o comportamento hostil poderá ser previsto, ao flagrar tais tatuagens.