TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Adolescente assassinado na casa da avó escreveu na perna: ‘o perigo me fascina’

O adolescente tinha uma extensa ficha criminal e agredia constantemente a avó, que o criava como filho

24 abril 2020 - 07h38Por Diana Christie

Adolescente assassinado no quintal da casa da avó, de 15 anos, escreveu na perna, a caneta: “O perigo me facina. A liberdade me namora. Como diz o vida loka Só Deus sab” [sic]. Ele terminou o texto com os números 157, uma referência ao artigo do Código Penal que trata do roubo com emprego de violência e ameaça.

O rapaz, ex-interno da Unei, estava com colegas quando um atirador chegou em uma motocicleta e disparou contra ele. Os amigos correram e se salvaram. Ele, no entanto, não resistiu.

Segundo o site Edição MS, que acompanha o caso, o adolescente tinha uma extensa ficha criminal e agredia constantemente a avó, que o criava como filho. Nesta quarta-feira (23), a idosa estava com uma das pernas engessadas. Informações repassadas ao site local apontam que ela fraturou a perna durante um desses espancamentos.

Menos de 30 dias antes, ela foi parar na delegacia por fornecer bebida alcoólica ao adolescente, que tinha deixado a internação recentemente. Ele estava na Unei por matar José Salvador Silva Filho, o Zé do Côco, durante um assalto.

A morte do rapaz está sendo investigada pelo delegado Fernando Ferreira Dantas. Uma das hipóteses é que a morte seja em decorrência da rivalidade entre facções. Uma vez que ele se intitulava integrante de uma delas. Porém, o delegado disse que não tem informação que possa confirmar isso.