(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Adolescente que matou a mãe com tiro segue apreendido e pai recebe liberdade provisória

O garoto permanece em uma cela provisória na 1ª Delegacia de Polícia de Coxim enquanto aguarda uma vaga numa Unei

8 NOV 2016
Redação
12h21min
Foto: Alisson Silva

O adolescente, de 13 anos, que confessou ter matado a própria mãe, Rosângela Brasil, de 33 anos, com um tiro na nuca na última sexta-feira (04) em Coxim, continua apreendido. Já o pai dele, O. J. J., de 35 anos, dono da garrucha calibre 22 usada no crime, teve a liberdade provisória decretada pela Justiça.

O garoto permanece em uma cela provisória na 1ª Delegacia de Polícia de Coxim enquanto aguarda uma vaga numa Unei (Unidade Educacional de Internação) para onde de ser levado nos próximos dias. Ele vai responder por ato infracional equiparado a homicídio.

Já o pai, que havia sido preso por posse ilegal de arma de fogo, responderá o processo em liberdade sob determinadas medidas estabelecidas pela juíza criminal.

O crime

Em seu depoimento o adolescente contou que foi agredido verbalmente pela mãe, por conta do baixo desempenho na escola. A partir daí ele decidiu colocar em prática o crime premeditado no dia anterior.

Segundo o adolescente, sem que ninguém percebesse ele pegou a garrucha entre as armas do pai e guardou. No dia seguinte, escondeu a arma em sua jaqueta, seguiu para o ponto de ônibus com a mãe onde tiveram uma nova discussão, momento em que o garoto acabou atirando em Rosângela.

Depois do crime jogou a arma no matagal e foi avisar o pai, alegando que uma pessoa num caminhão tinha disparado o tiro que vitimou sua mãe. Essa versão não convenceu a Polícia Civil, que fechou o cerco contra o adolescente e o mesmo acabou confessando.

Além da arma do crime, na casa da família a polícia também apreendeu mais duas espingardas de calibre 22 e uma 44, de uso restrito.

Veja também