TCE 21 a 27/06/2021
Menu
sexta, 25 de junho de 2021
MEDIDAS RESTRITIVAS 19/06 a 27/06/2021
Polícia

Advogada é assassinada a facadas após discussão com marido

O Conselho Federal da OAB divulgou nota de pesar lamentando a morte da advogada

23 abril 2019 - 13h32Por Da redação/Migalhas

A advogada Angelina Silva Guerreiro Rodrigues (OAB/PR 74.102) foi encontrada morta dentro de sua casa, em Curitiba-PR. A suspeita é de que a causídica tenha sido vítima de feminicídio e morta pelo marido, a facadas, após uma discussão.

O Conselho Federal da OAB divulgou nota de pesar lamentando a morte da advogada. O presidente em exercício da Ordem, Luiz Viana, recebeu com pesar a informação do assassinato da advogada: “A advocacia brasileira não pode aceitar como algo natural os seguidos casos de feminicídio em nosso país. A OAB tem como uma de suas bandeiras centrais o combate à violência de gênero, o combate à violência contra as mulheres e vai permanecer na luta por uma sociedade com mais civilidade. O Conselho Pleno inclusive já aprovou uma súmula para impedir a inscrição nos quadros da OAB de agressores de mulheres.”

A OAB/PR também se manifestou sobre o caso e afirmou que as presidentes da CEVIGE - Comissão de Estudos de Violência de Gênero e da CMA - Comissão da Mulher Advogada foram designadas para acompanhar as investigações.