Menu
sábado, 28 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Polícia

Agiotas furtam carro e casa de casal, mas alegam ‘pagamento’

As vítimas estariam devendo R$450 para o bando, mas relatam que foram humilhadas pelos suspeito

06 novembro 2018 - 08h50Por Anna Gomes

Três homens foram presos e um menor apreendido após o bando invadir a residência de um casal de vendedores ambulantes. As vítimas estariam devendo R$450 para o bando, mas relatam que foram humilhadas pelos suspeitos.

Segundo o casal, há dois meses eles pegaram dinheiro ‘emprestado’ dos agiotas. As vítimas ressaltam que pagam R$150 semanalmente, mas nesta última sexta-feira não conseguiram juntar a quantia por problemas de saúde.

“No total, ainda devo R$ 450 para um deles, mas fiquei doente e como vendo salgados não consegui sair para trabalhar como de costume, foi quando eles foram até minha casa armados me ameaçando. Expliquei a situação e disse que não tinha, momento que um deles me disse que dívida iria dobrar o valor’’, explicou uma das vítimas.

(Vítima diz ter medo do que pode acontecer depois da denúncia)

Ainda conforme os relatos do casal, por volta das 4h de ontem (5), os quatro envolvidos chegaram na residência localizada no Bairro Tijuca, em Campo Grande. O bando estava em um Hynday HB20 e uma motocicleta também dava apoio. Os suspeitos teriam arrombado o imóvel e furtaram os aparelhos celulares.

(Véiculo usado pelos agiotas)

“Onde estávamos trabalhando eles chegaram nos humilhando, fazendo acusações mentirosas. Entraram no nosso carro, um Fiat Uno velho que usamos para trabalhar, foi quando as pessoas chamaram a polícia. Os militares foram rápidos e conseguiram encontra-los. Agora ficamos com medo que aconteça algo. Se acontecer, a culpa vai ser deles, pois me ameaçaram com armas”, lamentou.

(Moto dos suspeitos e Fiat Uno furtado)

Os agiotas foram presos e encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga. A prisão foi realizada pelos policiais do 10° Batalhão da Polícia Militar.