Menu
terça, 27 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Polícia

Alceu Bueno confirma extorsão, nega pedofilia e diz que fez ‘bem para a sociedade’

Suspeitas

18 abril 2015 - 09h40Por Vinícius Squinelo

Envolvido em caso de extorsão, que resultou na prisão de Robson Leiria Martins e Luciano Roberto Pageu, o vereador Alceu Bueno (PSL) negou qualquer envolvimento com uma suposta rede de pedofilia. O parlamentar garante que fez sua parte a denunciar a dupla. “Um bem para a sociedade”, define.


“Se eu tivesse qualquer coisa, não teria denunciado para a polícia, teria pago e pronto. Se existisse ficaria quieto e aceitaria a extorsão. Mas não é o caso, eu que denunciei os bandidos à polícia e prenderam eles”, afirmou Bueno, em entrevista ao Topmídia News.


O ex-vereador Robson Leiria Martins e Luciano Roberto Pageu foram presos nesta semana – como constam nos autos do processo 0014844-20.2015.8.12.0001. Martins já entrou com pedido de liberdade provisória na Justiça. Eles são acusados de extorquir diversas pessoas, alegando ter “vídeos comprometedores”. A reportagem apurou que a dupla poderia ser mentora de uma rede de pedofilia. Martins, inclusive, foi preso em 2003 acusado de estupro e exploração sexual de menores, junto com César Disney, então vereador.


Nos autos do processo, Alceu Bueno é colocado como vítima da extorsão da dupla, após denúncia para a polícia. Martins e Pageu foram presos no estacionamento do supermercado Walmart, após campana policial.


“Não tentaram só me extorquir, fizeram com um monte de gente. Eu não sei de nenhum nome, só colaborei com a Justiça, até porque não cometi nada errado”, garante Bueno.


“Eu só fiz o bem para sociedade. Não aceitei a extorsão”, afirmou o parlamentar. “Todos que mencionarem meu nome em acusação terão de reparar danos”, bradou.


Autos
Conforme os autos, a dupla foi presa em flagrante enquanto tentava extorquir o vereador Alceu Bueno. Veja a citação do juiz de Direito Waldir Peixoto Barbosa:


“Consta dos autos de prisão em flagrante que supostamente, o fato que acarretou o presente auto de prisão em flagrante, ocorreu da seguinte forma: os policiais receberam uma denúncia de extorsão tendo como vítima o vereador ALCEU BUENO, foram até o estacionamento do hipermercado Wallmart, local este revelado pela vítima como sendo local determinado pelos autores. Após monitoramento da vítima foi verificado que dois elementos se aproximaram do mesmo e em continuidade a nossa atividade velada verificamos que as três pessoas se reuniram inicialmente na praça de alimentação daquele mercado, que após alguns minutos se deslocaram em direção ao estacionamento. Em seguida verificamos que foram em direção ao veículo da vítima onde certificamos que a vítima abriu seu veículo e destravou a porta do passageiro; Que a pessoa que logo depois foi identificada como Luciano foi até o banco do passageiro e pegou um pacote envolvido em uma camiseta amarela, neste instante procedemos a abordagem de ambos onde verificamos que aquele envelope envolto naquela camiseta continha trezentas cédulas de cinquenta reais, distribuídas em três maços. Diante do constatado,os policiais deram voz de prisão à Luciano Roberto Pageu e Robson Leiria Martins conduzindo-os até a Delegacia Especializada para procedimentos cabíveis”.


A investigação será conduzida pela DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente). Há informações de que haverá uma coletiva de imprensa na quarta-feira (22), pós feriadão, para tratar do assunto.


Conforme áudio enviado ao Topmídia News e que circula nas redes sociais, o esquema tem como base uma rede de pedofilia, e envolveria não só políticos, mas também empresários e “figurões” de Campo Grande. Outros nomes foram citados no áudio, mas não aparecem em nenhum auto judicial. Leia mais clicando aqui.