TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Polícia

Doce e cheia de sonhos: amigos prestam homenagens para mulher assassinada pelo marido

"Entendam que em briga de marido e mulher se mete a colher sim!", destaca amiga

27 março 2020 - 08h30Por Dany Nascimento

‎Amigos e familiares utilizam as redes sociais para se despedir de Euzébia Clara Leite Pereira, 26 anos, conhecida entre os amigos como Clara Bianca.

Ela foi assassinada na noite de ontem (26), com um tiro na cabeça, em Água Clara. O suspeito de cometer o crime seria o marido dela, conhecido como Gugu.

“A Bia era uma menina, uma mulher como todas nós. Dividimos nossa adolescência juntas, ela era minha amiga e melhor amiga da minha irmã, ela era como da família, era de casa. Íamos à catequese juntas, nos acampamentos da família, todos ela estava. Cresceu, tornou-se mãe e mulher. Pensa em uma menina doce. Ahhh Bia, não sei como alguém pode matar por amar. Isso não é amor. Ao falar pra minha família, que considerávamos sua, o semblante foi o mesmo, dor. Entendam que em briga de marido e mulher se mete a colher Sim! Denunciem. Descanse nos braços do Pai”, escreveu Mayara R Sabino‎.

‎Nana Sabino‎ escreveu nas redes sociais que faltou cumprir algumas promessas ao lado da amiga. “Meu Deus não dá pra acreditar, estou me sentindo sem chão. A gente não cumpriu a nossa promessa de marcar um churrasco e apresentar nossos filhos. De você guardarei cada detalhe que vivemos, cada música que ouvimos juntas, cada all star que dividimos porque só tínhamos um cada o meu preto o seu vermelho e revezávamos. Quando andávamos de skate, íamos pra catequese, sentávamos no shoppinho e fazíamos planos do shows de emo que íamos quando ficássemos grandes. Do nosso acampamento. Por que Deus as pessoas são tão más, por que elas não deixam serem livres. Que Deus receba você minha amiga, que você encante o céu como encantou aqui na terra”.

Fábia Leslye também prestou as últimas homenagens para a amiga. “Até agora estou sem acredita. Bia que Deus te receba de braços abertos, menina doce”.