TJMS AGOSTO
Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Polícia

Mãe flagra marido estuprando a filha e pede ajuda para ver acusado atrás das grades

Ela afirma que o suspeito 'sumiu' e ninguém sabe de seu paradeiro

16 julho 2020 - 10h27Por Dany Nascimento

Revoltada após denunciar o marido por estuprar a filha de dez anos, uma mulher de 32 anos, que terá o nome preservado, pede ajuda da população para denunciar, na polícia, o paradeiro de Franklin Farrelhi, 58 anos. Ela afirma que flagrou o homem estuprando a filha no banheiro dos fundos da casa onde morava, no bairro Rita Vieira, em Campo Grande.

“Eu estava dormindo, acordei e achei que minha filha estava brincando com a irmã dela, no quintal. Quando eu fui ver, vi ele estuprando a minha filha. Eu fiquei em choque, conversei com a minha filha, levei ela para o banho e vi que ela estava sangrando. Depois, eu fui com ela para a Delegacia da Mulher e contei tudo para a polícia”, diz a mãe.

Ela conta que saiu de Guia Lopes da Laguna para morar com Franklin, que fingia ter sentimento de pai pelas filhas da esposa. “Ele tratava as meninas muito bem, minhas duas filhas, mas com a de dez anos, ele estava fazendo isso. Ela contou que ele falava que ela [a criança] não podia contar para ninguém, porque se não ela ia ter que ir embora comigo e ficaria sem nada, sem casa, sem nada na vida”, conta a mãe chorando.

“Eu só quero que ele seja preso, estou com medo, tenho medo do que ele pode fazer comigo porque eu denunciei, tenho medo do que ele pode fazer com as minhas filhas também, ele pediu muitas desculpas, que é inaceitável”, afirma a mãe.

Leia Também

São Gabriel do Oeste vai instalar cinco leitos de UTI-Covid
Cidades
São Gabriel do Oeste vai instalar cinco leitos de UTI-Covid
Cantor de MS faz live ao lado da banda Sepultura nesta quarta-feira
Cultura
Cantor de MS faz live ao lado da banda Sepultura nesta quarta-feira
Bandido se passa por filha no WhatsApp e arranca R$ 6 mil de família em Campo Grande
Polícia
Bandido se passa por filha no WhatsApp e arranca R$ 6 mil de família em Campo Grande
Pesquisa aponta que pessoas que tiveram resfriado comum podem estar imunizadas ao coronavírus
Saúde
Pesquisa aponta que pessoas que tiveram resfriado comum podem estar imunizadas ao coronavírus