tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Após matar ex-mulher enforcada e 'ritual', homem se suicida com veneno

01 dezembro 2015 - 11h06Por Mariana Anunciação

Osmar Antônio da Silva Rodrigues, de 34 anos, assassinou a ex-companheira Flaviana Luiz Batista, 23, por esganamento, ontem (30), na casa onde moravam, na Rua Araxa, no Bairro de Lourdes, em Paranaíba, distante a cerca de 400 quilômetros de Campo Grande. Na cena do crime, os policiais se depararam com uma espécie de ritual feito pelo autor, que foi encontrado morto horas depois do assassinato.

Apesar de separados há cerca de dois meses, ambos residiam juntos porque ninguém queria deixar o imóvel e o filho. Testemunhas contaram que Osmar não aceitava a separação e era muito ciumento. Os parentes desconfiaram do desaparecimento de Flaviana porque não a viram durante o dia inteiro.

Além disso, Osmar pediu para seu irmão ir buscar o filho do casal, alegando que a ex estaria em um advogado para definir sobre a divisão da residência. Os parentes contaram que a vítima saiu atrasada na segunda-feira, às 8h30, para o trabalho de doméstica e chegaria na residência a partir das 15h30.

Osmar foi encontrado com o filho por conhecidos e ele deu a desculpas que Flaviana foi ao advogado e no mercado. Após horas ligando no celular dela e dando desligado, os parentes resolveram passar na escola porque o autor contou que ela estaria lá. No local, não havia sinal de Flaviana e nem da bicicleta. Como os familiares encontraram Osmar novamente, contaram que haviam acionado a polícia e ele saiu correndo.

Diante disso, eles foram até a residência procurá-la. A observar que Flaviana estava deitada e não respondia os chamados, arrombaram o vidro do quarto da frente da residência. Ela estava deitada de lado com uma colcha em cima do corpo e no pescoço havia sinais de enforcamento por corda ou cadarço. O autor ainda colocou fotos dela, do autor e do filho, próximo aos pés da vítima.

Flaviana havia recebido o salário ontem e foi encontrado apenas R$ 100. Mais tarde, por volta das 6h da manhã de hoje (01), a polícia foi informada via ligação anônima, que o autor teria se suicidado. A guarnição se deslocou até a Avenida Jaime Gerônimo dos Santos, quase em frente a uma chácara, em um loteamento, quando encontrou o corpo do autor.

No local, havia uma garrafa com um pouco de uma substância que aparentava ser veneno do tipo chumbinho, dois copos descartáveis, fotos do autor, do seu filho e manuscritos dele. A perícia também encontrou um frasco de veneno, um aparelho celular, R$1,50. Além do reconhecimento do corpo por parte dos familiares, a identidade estava na carteira.

O crime ficou registrado como feminicídio, violência doméstica e suicídio, na 1ª Delegacia de Polícia da cidade.