Menu
quinta, 28 de janeiro de 2021
Polícia

Assaltantes que esfaquearam cozinheira fizeram arrastão antes em outro ponto de ônibus

Morador contou que câmeras flagraram roubo antes deles atacarem cozinheira

13 janeiro 2021 - 17h00Por Mariana Rodrigues

Os dois assaltantes, que esfaquearam uma cozinheira de 43 anos, fizeram um arrastão em outro ponto de ônibus minutos antes de atacá-la. As vítimas eram duas mulheres que conseguiram correr antes da ação dos bandidos e um homem que teve sua mochila e aparelho celular levados, conforme informou uma testemunha.

A ação ocorreu com intervalo de poucos minutos uma da outra, segundo a testemunha contou. “Eles passaram às 05h20 na frente do meu condomínio, na Rua Eva Peron, e anunciaram o assalto. Duas moradoras saíram correndo para dentro do condomínio e não tiveram nada levado e o rapaz que estava no ponto foi assaltado”, conta o gerente de 41 anos, que viu a ação dos bandidos.

O condomínio que ele cita fica no Bairro Monte Alegre, em Campo Grande, bem próximo ao local onde a cozinheira foi assaltada. “Eles devem ter ido pela Rua Eva Peron, depois a Rua da Divisão até chegar ao bairro Aimoré”, explica ele, que diz que são bairros próximos e, pela descrição dos bandidos, tudo leva a crer que são os mesmos.

Pelas câmeras de segurança do condomínio é possível notar, conforme relatou a testemunha, que às 5h20 a dupla chega de moto, duas mulheres estão paradas bem próximas à entrada do condomínio que fica perto do ponto de ônibus. A dupla chega e já anuncia o assalto pedindo que as mulheres passem as bolsas, mas elas correm para o condomínio.

“Como o rapaz estava sentado no ponto de ônibus, que fica a uns 20 metros de distância do condomínio, ele não conseguiu correr. Os bandidos já chegaram anunciando o assalto e apontando arma e o facão para as vítimas”, relata.

A dupla estava em uma moto vermelha. O piloto com camisa preta portava uma arma de fogo, o garupa estava sem capacete e portava um facão.

O gerente contou ainda que, na região, são constantes os assaltos. “Aqui tem muita boca de fumo, os assaltos são constantes”, finaliza.

Cozinheira esfaqueada

A mulher de 43 anos foi esfaqueada na cabeça, na manhã de sexta-feira (8), enquanto esperava o transporte coletivo na Rua Raimundo Ferreira da Silva, no Bairro Aimoré, em Campo Grande. Ela saiu para trabalhar 5h20, como faz todos os dias, quando chegou ao ponto, sentou. Estava ela e outra mulher, passaram dois homens em uma moto vermelha, viraram a rua. 

Eles retornaram, a outra mulher jogou a bolsa dentro de uma casa e saiu correndo, enquanto a cozinheira foi segurada pelo braço e atingida na cabeça. Ela teve a bolsa levada pelos bandidos.