(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Assassino de motorista de caminhão é liberado pela polícia e revolta família

Assassinato Campo Grande

4 MAR 2014
Aline Oliveira
15h30min
Arquivo Pessoal

Na noite da última segunda-feira (3), o motorista de caminhão, Ramires Medina Marques, 45 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça, pelo policial militar aposentado Oséias dos Santos, 48 anos. A família da vítima está inconformada com o crime, já que o policial foi até a delegacia, confessou o crime, entregou a arma e foi liberado após o depoimento.

 

Segundo a esposa de Ramires, a execução ocorreu na madrugada, quando o casal e os quatro filhos seguiam viagem para desfrutar o feriado do carnaval, quando a mulher pediu para ir ao banheiro. Ao chegarem no posto de combustível, localizado na Vila Progresso, a esposa desceu e antes que entrasse no banheiro ouviu o barulho do tiro.

 

Ao voltar já encontrou o marido sem vida e o fato acontece na frente dos filhos do casal. “Depois do acontecido recebemos informações de alguns conhecidos de que a esposa do policial estaria ligando para meu marido, que inclusive mudou o número do celular. Mesmo assim, segundo nossos amigos, ele não se conformou e pode ter matado meu marido por ciúmes infundados”, desabafou a mulher que não quis se identificar por medo de represálias.

 

Segundo informações da Polícia, após cometer o crime, Santos foi a uma delegacia contou o acontecimento e entregou a arma, uma pistola ponto 40 de uso restrito da Polícia. Após o depoimento o acusado foi liberado e aguardará as investigações em liberdade. Foi informado ainda que ainda esta semana, amigos e parentes dos envolvidos serão intimados para prestar depoimento sobre o crime e não foi divulgado o motivo do assassinato, que será tratado como homicídio doloso.

Veja também