TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
terça, 24 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Polícia

Bando que torturou adolescente em ‘Tribunal do Crime’ continua preso

O grupo da facção criminosa PCC passou por audiência de custódia nesta manhã

06 novembro 2018 - 10h53Por Anna Gomes

Os quatro homens presos na manhã de ontem (5), após torturarem um adolescente de 17 anos continuam presos. O bando seria de uma facção criminosa rival a da vítima. Todos os suspeitos envolvidos passaram por uma audiência de custódia na manhã desta terça-feira (6) e seguem atrás das grades.

Os detidos, seriam integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) e ainda confessaram que matariam a vítima por ela supostamente pertencer a facção criminosa rival, o CV (Comando Vermelho). O flagrante aconteceu no Jardim NháNhá, em Campo Grande.

Segundo a polícia, os militares estavam realizando rondas quando viram um homem identificado apenas como ‘Felipinho’, ele estava nervoso e entrou em um terreno. Os policiais ouviram pessoas pulando muros e mandaram todos saírem do local com as mãos para o alto.

Do terreno, saíram um menor de 14 anos e um homem identificado como Jucelino Pinheiro Rodrigues, 26. Pouco tempo depois, o adolescente que seria executado também saiu com vários ferimentos pelo corpo e com as mãos amarradas.

Em uma residência próxima ao cativeiro, os policiais encontraram Maikon Henrique Roger, 20, Felipe Figueiredo de Lima, 19, e Renato Augusto Roger, 32. O menor apreendido e Jucelino seriam os mandantes do crime. Eles alegam que a ordem de matar o adolescente teria partido do presídio.

Na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga, os envolvidos confessaram o crime e também adiantaram que o adolescente seria torturado no cativeiro e em seguida, o bando mataria a vítima com tiros ou facadas. O caso segue sendo investigado pela polícia. O menor deve ser submetido a medidas socioeducativas.