Menu
quinta, 29 de julho de 2021
SEGOV - MICROCREDITO 27 A 29/07
Polícia

Bebê é envenenada e principal suspeito é o namorado da avó

A família percebeu que a criança estava espumando pela boca e que a secreção tinha um cheiro semelhante ao de um veneno para matar lagartas

06 março 2019 - 08h46Por Da redação/Metropoles

A Polícia Civil de Goiás investiga o caso de uma menina de 2 meses envenenada em Goiânia (GO). Após ficar seis dias internada no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), a criança teve alta. O principal suspeito do crime é o namorado da avó da vítima. Ele está preso por tentar matar uma ex-companheira.

De acordo com o Conselho Tutelar, a família percebeu que a bebê estava espumando pela boca e que a secreção tinha um cheiro muito forte, semelhante ao de um veneno que a avó tinha para matar lagartas. Ainda segundo o conselho, apenas a avó e o namorado dela, Adair Pereira da Silva, 36 anos, sabiam onde estava o veneno. O homem foi preso na quinta-feira (28). Ele foi condenado por tentar matar a ex-companheira a facadas há cinco anos, em Mato Grosso.

O homem nega qualquer participação no envenenamento da bebê. A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) investiga o caso. No hospital, a avó da vítima teria confirmado aos investigadores que só ela e o namorado sabiam onde estava guardado o frasco de veneno, conhecido como Barrage. O produto havia sumido do local.