TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Polícia

Câmeras queimadas atrapalham investigações de assalto a banco na Capital

07 junho 2016 - 16h24Por Alessandra Carvalho

Permanece o mistério sobre assalto ao Banco do Brasil no dia 17 de maio, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Por causa de câmeras de seguranças estragadas, a polícia não identificou ainda o veículo usado pelos ladrões, que saíram da agência vestidos de terno e com crachás falsos.

Um investigador do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro) que preferiu não ser identificado disse que a maioria das câmeras está queimada e não foi possível ver em quais ruas os ladrões entraram. Elas não mostram em qual veículo eles entraram durante a fuga e quem ofereceu apoio como sendo o comparsa.

As câmeras de segurança da agência, no entanto, mostram o rosto dos dois assaltantes. O que intriga é que a porta giratória não travou quando eles passaram, o que insinua que provavelmente a arma utilizada no crime era falsa.

No dia 18 de maio, o Presidente do Conselho Comunitário de Segurança da Região Central de Campo Grande, Adelaido Luiz, disse que 22 câmeras de segurança foram instaladas desde o dia 19 de junho de 2015 na região central de Campo Grande, e apenas duas câmeras estão funcionando.  "O videomonitoramento está funcionado com apenas quatro câmeras, sendo que duas estão instaladas em lugares inadequados".

Os assaltantes tinham informações prévias e sabiam que o cofre fica no térreo da agência bancária. Três funcionários do banco e um vigilante foram fechados em uma dispensa. Conforme a polícia, a ação teria levado entre dez e quinze minutos, e os assaltantes teriam saído pela porta da frente. A princípio foram levados quatro malotes, mas ainda não se sabe qual o valor da quantia em dinheiro roubada.

Os dois ladrões de terno podem ter levado R$ 1 milhão da maior agência do Banco do Brasil de Mato Grosso do Sul. Eles fugiram pela porta da agencia e até o momento não tiveram a identidade revelada.