Menu
Busca quarta, 13 de novembro de 2019
Polícia

CCZ fecha clínica veterinária que mantinha macaco 'esquecido' por paraguaia

Conselho de Medicina Veterinária vai apurar o caso

11 setembro 2019 - 18h29Por Thiago de Souza

Centro de Controle de Zoonozes em Ponta Porã fechou uma clínica veterinária, nesta quarta-feira (11), onde um macaco-prego era mantido em uma gaiola, de forma ilegal. O dono do local justificou que o animal foi deixado lá por uma cliente paraguaia.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e o macaco apreendido. A PMA aplicou um auto de infração e arbitrou multa administrativa de R$ 500. O veterinário, de 35 anos, morador de Ponta Porã vai responder por crime ambiental.

O bicho será encaminhado ao Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária também será comunicado, já que os profissionais que receberem animais silvestres ilegais para tratamento devem informar as autoridades sanitárias e ambientais, sob pena de receberem multas ambientais e sanitárias, responder por crime ambiental e ainda terem a clínica interditada.