(67) 99826-0686
Origem - entregas

Chacina que matou 6 na fronteira é investigada pela polícia paraguaia

Um bebê de 11 meses foi baleado durante o tiroteio

23 MAI 2019
Anna Gomes
08h58min
Foto: Porã News

A chacina que resultou em seis pessoas mortas vai ser investigada pela polícia paraguaia. A execução aconteceu na madrugada desta quarta-feira (22), na cidade de Pedro Juan Cabellero. Na ocasião um bebê de 11 meses foi ferido pelos tiros.

Ainda não se sabe quem são os assassinos que chegaram ao local em um Jeep de cor branca e disparou várias vezes contra um grupo que estava na varanda de uma residência.

No momento do crime, estavam no imóvel cinco jovens e uma mulher com o bebê no colo. Os pistoleiros surpreenderam as vítimas e realizaram diversos disparos de fuzil calibre 556 e pistola 9mm.

De acordo com informações do Porã News, as vítimas foram identificadas como Diego Gustavo Bullon Cabrera, 24 anos, contra ele havia três ordens de captura e várias passagens pela polícia por homicídio.

Os demais foram identificados como Sergio Diosnel Cabrera Benítez, 20 anos, Alcides Alexis Ayala, 26 anos, Pedro Valdez Sánchez, 36 anos, Luciano Medina Melgarejo, 20 anos, o 'Luchi' e Liz Noelia Cabrera Benítez, 16 anos. A criança foi ferida de raspão por um dos disparos e fora encaminhada ao Hospital Regional da cidade, onde recebeu atendimento médico e não corre risco de morte.

Segundo os investigadores, até o momento não há informações do que teria motivado a execução das seis vítimas que se encontravam sentadas na varanda da residência.

Os pistoleiros, após a execução, fugiram tomando rumo ignorado, a suspeita é de que o alvo poderia ser Diego Gustavo Bullon Cabrera e os demais acabaram sendo mortos por se encontrarem em companhia do mesmo. 

Veja também