Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Polícia

Criança de 4 anos sofre abuso sexual pelo primo

A mãe relatou que o autor mora ao lado da casa, mas não tinha permissão para adentrar ao imóvel

08 maio 2019 - 15h38Por Da redação/Folha MS

A Polícia Militar foi acionada na noite desta terça-feira (7), para averiguar a denúncia de um estupro de vulnerável que ocorreu em uma casa localizada no bairro Popular Velha, parte alta de Corumbá. De acordo com o registro policial, no local a guarnição foi recebida pela mãe da vítima de apenas 4 anos, relatando que estava saindo de casa para comprar uma pizza, quando ouviu sua filha relatar que o primo teria colocado as mãos em suas partes íntimas.

Após tranquilizar a menina, a mulher perguntou o que de fato teria ocorrido e a criança descreveu que estaria na cama brincando com outra criança, no momento em que o autor teria adentrado o local e começou a passar a mão em suas pernas e posteriormente teria colocado os dedos em sua genitália.

Aos policiais a mãe relatou que o autor seria seu primo, e que o mesmo mora ao lado de sua casa, mas não tinha permissão para adentrar ao imóvel. A guarnição acompanhada da mulher foi até a casa do primo, mas a mãe do mesmo relatou que o filho teria fugido ao ver a presença da polícia. A menina foi encaminhada para uma unidade de saúde e o conselho tutelar acionado. Após a liberação da criança, as partes foram encaminhadas ao 1º DPC, para providências cabíveis.

Leia Também

Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
CORONAVÍRUS
Brasil registra mais 335 mortes ligadas à covid-19
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Saúde
Setembro Amarelo: MS conta com ações de divulgação do CVV e apoio para famílias em luto
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
Interior
Criança cai no rio e desaparece na Barra do São Lourenço em Corumbá
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá
Interior
No "novo normal", tradição de Cosme e Damião se mantém em Corumbá