Menu
sábado, 08 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Polícia

Cunhada reconhece corpo de ex-vereador no Imol

Um pino no braço teria ajudado no reconhecimento do corpo

21 setembro 2016 - 13h00Por Rodson Willyams e Amanda Amaral

A família do ex-vereador Alceu Bueno reconheceu, no final da manhã desta quarta-feira (21), no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), que o corpo carbonizado encontrado hoje seria do ex-parlamentar. A irmã da esposa de Alceu Bueno, Iolanda Bueno, teria reconhecido o corpo. 

Segundo informações extraoficiais, o ex-parlamentar tinha um pino no braço e esse foi o detalhe que levou ao reconhecimento do corpo. A reportagem entrou em contato com o Imol que apenas confirmou que o corpo encontrado nesta manhã seria mesmo do parlamentar. 

A filha do ex-vereador, Thaysa Bueno, também esteve agora há pouco na sede da Cepol para prestar depoimento sobre o caso e já deixou o local. Às 14 horas haverá uma entrevista coletiva na sede do Garras, sobre o caso. 

O delegado Edilson dos Santos Silva apenas informou que há um carro desaparecido e, por essa razão, o Garras entrou no caso. Um aparelho celular encontrado ao lado do corpo, também foi o ponto inicial a identificação do corpo.