Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Discussão entre ambulantes por ponto quase termina em morte

Um dos vendedores ameaçou esfaquear o outro após briga por ponto de venda na rua

07 junho 2019 - 10h45Por Da redação/JP News

Uma discussão por ponto de venda entre dois vendedores ambulantes quase terminou em homicídio nesta quinta-feira (6) no Centro de Três Lagoas. Os vendedores e os produtos estavam fixados em locais próximos um do outro na rua Paranaíba, em frente ao Banco do Brasil, e a discussão iniciou por disputa de ponto e de clientes, segundo o boletim de ocorrência.

Consta no BO que o homicídio só não ocorreu por conta da chegada de uma equipe da Polícia Militar no local. Segundo os ambulantes relataram à PM, um deles, de 50 anos, estaria vendendo balas para os clientes do outro vendedor, de 41 anos.

O fato o irritou e pediu que vendesse os doces para outras pessoas em outro local, pedindo que ele se retirasse. O pedido irritou o vendedor de balas e a discussão avançou para uma luta corporal. O ambulante chegou a comprar uma faca neste instante com o intuito de assassinar o colega.

Nem mesmo com a chegada da PM, o suspeito parou de ameaçar o ambulante. Chegou a dizer aos policiais que já ficou preso anteriormente e isso não o intimida. E complementou dizendo que: “iria derramar o sangue [da vítima] e que isso não iria mantê-lo preso”. A dupla foi levada para 1ª Delegacia de Polícia Civil para registro da ocorrência de homicídio qualificado por motivo fútil na forma tentada. O suspeito foi preso e a vítima liberada.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina