tce janeiro
CNH - MOTO
Menu
sexta, 28 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Dupla armada com faca é presa após assaltar lanchonete na Capital

19 outubro 2015 - 06h45Por Mariana Anunciação
Dupla armada com faca é presa após assaltar lanchonete na Capital

Michael Douglas de Oliveira, de 22 anos e Samuel Moreira dos Santos, 25 anos foram presos em flagrante por roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas, cerca de 1h após assaltarem uma lanchonete, por volta das 1h20 desta madrugada (19), na Rua Manoel Joaquim Moraes, no Jardim Leblon, em Campo Grande.


O Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) informou sobre o crime, comunicando sobre dois indivíduos em uma motocicleta de cor prata placa HSO-9819 que teriam cometido o crime, armados com uma faca. Um dos suspeito estava usando uma calça jeans e camiseta preta com a escrita “Garra” o outro trajava blusa de cor preta e bermuda jeans no momento do assalto, em que levaram R$ 100,00 do estabelecimento.


A guarnição que estava realizando rondas pela região do Zé Pereira verificou a placa da motocicleta no sistema e percebeu que estaria cadastrada no bairro Santa Mônica, local onde iniciaram as rondas.  Os autores foram encontrados por volta das 2h20 de hoje, trafegando pela Avenida Duque de Caxias, na esquina com Rua Janeth Clair. Ao serem abordados, foi encontrada uma faca de 18 cm de lâmina com cabo branco, na cintura do garupa da motocicleta, Michael. Já o piloto, foi identificado como Samuel, pessoa que estava trajando a camiseta de cor preta com a escrita Garras.


Diante dos fatos, ambos foram encaminhados à Depac Piratininga. A vítima contou que estava no estabelecimento comercial, quando os autores pediram e consumiram lanches. O indivíduo com a camiseta da Garras disse “Paga a conta lá”, então o suspeito Michael se aproximou da vítima, sacando a faca que estava em sua cintura e anunciando o roubo.


Temendo por sua integridade, a vítima contou que obedeceu os bandidos. Um dos clientes conseguiu anotar a placa da motocicleta e informar às autoridades. Os autores foram submetidos ao reconhecimento formal com demais suspeitos de outros crimes e foram identificados “sem sombras de dúvidas”.