ENTREGAS
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

'Ele achou que ela estava morta', diz amiga de garota espancada por ex em cidade do MS

Homem pulou muro, invadiu residência e manteve vítima sob domínio em sessão de humilhação, horror e espancamento por ciúmes

16 ABR 2019
Da redação/JP News
16h01min
Foto: Reprodução/JP News

Uma garota de 22 anos foi mantida sob domínio e espancada pelo ex-namorado, um homem de 28 anos, após ele pular o muro da residência onde ela mora em Paranaíba. A finalização do caso, com a prisão, ocorreu nos altos da Avenida Três Lagoas, por volta das 11h30, na manhã de sábado (13). De acordo com uma pessoa próxima a vítima, que preferiu não se identificar, ela chegou a ficar com o rosto parcialmente desfigurado devido aos ferimentos causados pelas agressões.

“Ela iria morrer. Ele achou que ela estava morta. Tenho certeza. Eu comecei a chorar quando soube dos detalhes. Para mim, foi uma tentativa de feminicídio”, afirmou. O agressor teria pulado o muro da casa e surpreendido a jovem, tomando o celular de suas mãos e iniciando a sessão de humilhação tortura e espancamento relatou a amiga da vítima ao JP News.

Conhecidos informaram que ele já havia agredido um ex-namorado da jovem, "sem motivos", em um bar-conveniência na mesma avenida onde a vítima reside. Ele teria "cismado que o ex dela estaria olhando para ele", disseram. Fotos da garota com o rosto desfigurado estão circulando em aplicativos de mensagens. Diversas pessoas, entre amigos e familiares, relatam indignação e pedem justiça.

De acordo com o registro policial, na data, uma equipe da Delegacia de Atendimento a Mulher foi acionada a comparecer no local e pediu reforço a uma guarnição da Polícia Militar ao localizar o veículo do agressor na garagem da residência onde ele mora, após diligências. Ele foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. O acusado passou por Audiência de Custódia na segunda-feira (15) e o caso deve continuar sendo investigado.

Veja também