TJMS AGOSTO
Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Polícia

Energisa bota culpa da morte de trabalhador na chuva de Campo Grande

Edilson faleceu simplesmente por colocar o braço para fora do carro

18 novembro 2019 - 07h00Por Vinícius Squinelo

A Energisa, concessionária responsável pelo fornecimento de energia em Mato Grosso do Sul, tenta se eximir da responsabilidade pela morte do distribuidor de carvão Edilson Cabral Pereira, 47 anos. Na quinta-feira (14), há quatro dias, o trabalhador faleceu próximo da casa onde residia com a família, no bairro Pioneiros, em Campo Grande.

O óbito ocorreu após Edilson sofrer uma descarga elétrica de mais de 9 mil volts na Rua Ana Luiza de Souza, enquanto descarregava o material de trabalho em um açougue.

Conforme o Corpo de Bombeiros, dois fios de alta tensão se romperam e caíram sobre o caminhão, no momento em que o trabalhador tentava abrir as portas. De acordo com a Energisa, os três fios de alta tensão tem em média 13.800 volts, como dois atingiram a vítima, a estimativa é que o choque tenha sido de 9 mil volts.

Os fios são de responsabilidade da concessionária, que colocou a culpa na chuva. "A Energisa informa que o acidente ocorrido na manhã dessa quarta-feira (14) e que vitimou uma pessoa que trabalhava em uma rua do bairro Pioneiros, em Campo Grande, foi causada por uma descarga atmosférica derivada da forte chuva na região".

Em curta nota à imprensa, no dia da morte, a Energisa apenas afirmou que não houve trabalho na rede de média tensão nos últimos dias, justamente a que se rompeu. Também afirmou que ‘orienta que em casos de rompimento de cabos eventualmente ocorridos em acidentes de trânsito e em períodos de clima adverso, é importante não sair do veículo’. 

Nenhuma outra informação foi prestada pela Energisa, hoje alvo de duas investigações políticas, uma na Câmara Municipal e outra na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Leia Também

BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Interior
BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
Geral
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Geral
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande
Cidade Morena
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande