TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Polícia

Espancamento e estupro: detalhes do caso de bebê assassinado pelos pais

Criança não resistiu e morreu, decorrente das diversas agressões causada pelos genitores

07 novembro 2018 - 08h33Por Da redação / Bahia no Ar

O repórter Sérgio Maurício, em participação no programa Bahia no Ar desta terça-feira (6), relatou que a cidade de Candeias-BA, amanheceu com muita comoção e revolta, após um casal identificado como Elissandro Lima da Silva e Marileide Araújo dos Santos, ambos de 28 anos, terem sido acusados de espancar um bebê de cinco meses.

Eles teriam comparecido a Unidade de Saúde Luiz Viana Filho alegando que a criança teria sofrido uma queda em casa. O médico que atendeu o bebê constatou o espancamento e que a vítima corria risco de morte.

Apesar de ter sido transferido para o Hospital Ouro Negro, a criança não resistiu e faleceu vítima das agressões. Ainda segundo relato médico, pelo tipo de lesão na região genital, houve abuso sexual.

O radialista ainda contou que a delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/ Candeias),  Iola Nolasco, estava estarrecida  e chegou a chorar. “Também sou mãe, não dá para aguentar um negócio desse. Foi uma monstruosidade o que fizeram com a criança”.

O bebê tinha marcas de queimadura de pontas de cigarro pelo corpo e, segundo relatos médicos, a agressão na cabeça foi tão intensa que os olhos saltaram do globo ocular. Houve tentativa de invasão no Hospital para linchar o casal, mas a Polícia Militar conteve os populares. Aguarda-se o laudo oficial da Polícia Civil.