TJMS
(67) 99826-0686

Família é rendida por bandidos armados que procuravam cofre com R$ 200 mil

O dono da residência chegou no local e ao tentar fechar o portão, foi abordado pelo assaltante

13 JUN 2019
Dany Nascimento
10h48min
Foto: Ilustração/TopMídiaNews

Um homem de 36 anos foi rendido por quatro indivíduos armados ao tentar adentrar em casa na noite de ontem (12), no bairro Centenário, em Campo Grande. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a vítima chegou no imóvel e ao tentar fechar o portão, foi surpreendido por um dos bandidos que anunciou o assalto.

Ele reagiu e começou a desferir golpes com o capacete contra o suspeito, mas não conseguiu impedir o mesmo de entrar na casa. Em seguida, a vítima foi rendida por um outro bandido armado e foi obrigado a abrir o portão para os assaltantes entrarem.  Minutos depois, a esposa da vítima, de 27 anos, chegou no local e também foi rendida pelos assaltantes.

Ela percebeu que o marido estava ferido e disse aos policiais que os bandidos disseram que receberam a ‘fita’ de um ex-funcionário do casal que existia um cofre com R$ 200 mil na casa. O casal negou a informação e em seguida, a sobrinha de 20 anos e um rapaz de 26 anos, chegaram no local e também foram rendidos.

Os assaltantes cogitaram ir no estabelecimento do casal para conseguir dinheiro, mas desistiram e começaram a separar roupas e objetos dentro da casa para roubar. Eles colocaram tênis, bebidas, eletroeletrônico e roupas no porta malas de dois veículos que estava na casa, uma Land Rover e um Fiat 500.

Conforme a ocorrência, eles trancaram as vítimas no banheiro da casa. A dona da casa relatou aos policias que os assaltantes queriam levar o marido, mas ela se ofereceu para ir no lugar dele, já que o mesmo apresentava diversos ferimentos pelo corpo. Os bandidos aceitaram, dois assaltantes foram na Land Rover e a mulher foi dirigindo o Fiat.

Ao questionar os assaltantes sobre o destino, a mulher foi informada que deveria seguir um veículo Gol de cor branca até um milharal na BR 060, próximo ao Curtume.  O grupo de assaltantes começou a discutir sobre o que seria feito com os veículos e decidiram sair com uma Evoque e o Gol. A vítima ficou com um dos suspeitos no local.

Após uma hora, o suspeito decidiu voltar para a casa da vítima, mas desistiu da ideia e permaneceu em um milharal. Ele decidiu voltar para a cidade e mandou a vítima para o carro na Rua Thyrson de Almeida, esquina com Avenida Campeste, onde o mesmo desceu do veículo.

A vítima voltou para casa e o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.  

 

Veja também