TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 12 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Dengue agosto
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
MAS TODO CUIDADO É POUCO!

Força e honra: PM está há dois anos sem perder vidas em serviço no MS

No entanto, Polícia Civil teve baixas em 2020, de dois conceituados agentes

30 junho 2022 - 07h00Por Thiago de Souza

Notícia positiva e que tranquiliza famílias de policiais militares, é que, por dois anos seguidos – 2020 e 2021 - nenhum ''guerreiro de farda'' perdeu a vida em serviço no MS. Os dados são do Anuário da Segurança Pública, divulgados nesta terça-feira (28). 

Outro dado interessante é que, no período pesquisado, também não houve mortes em confrontos ou por lesão corporal de PMs, fora de serviço. 

As informações do Anuário vêm de secretarias de Segurança Pública dos estados e Distrito Federal; do IBGE e Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 

Policiais civis mortos em serviço em 2020. (Divulgação PCMS)

Polícia Civil 

A notícia triste fica por conta do assassinato de dois policiais civis, em serviço, no dia 9 de junho de 2020. 
Marcos Roque da Silva, 39 anos, e Jorge da Silva do Santos, 50 anos, haviam detido Ozeias Silveira de Moraes, 45 anos, suspeito de roubo a uma joalheria. 

No entanto, como não havia mandado de prisão, ele foi colocado no banco de trás da viatura, sem ser revistado e sem algemas. 
Quando a viatura parou no sinal, no cruzamento das ruas Joaquim Murtinho e Fernando Correa da Costa, Moraes sacou a arma e atirou contra os dois policiais, que morreram no local. 

Houve grande comoção pública e uma força-tarefa foi montada para caçar o bandido, que rendeu dois outros motoristas e promoveu uma fuga alucinada pela cidade. 

Porém, no dia seguinte, Ozéias foi encontrado em uma residência no bairro Santa Emília, onde trocou tiros com policiais. Ele foi socorrido à Santa Casa e morreu.