Menu
quinta, 21 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
senar 18/10 a 21/10
Polícia

Garota de programa reconhece pastor que tentou matá-la em motel de Campo Grande

Ele usava drogas antes de cometer o crime, dizem testemunhas

14 outubro 2021 - 17h43Por Thiago de Souza

Garota de programa que, por pouco não foi assassinada por um pastor, reconheceu a foto do religioso, nesta quinta-feira (14), na Delegacia de Mulher, em Campo Grande. 

Conforme a Deam, a vítima, de 30 anos, prestou depoimento e revelou detalhes da tentativa de homicídio, sofrida no dia 11 de outubro, no Jardim Tijuca. 

A mulher reconheceu o rosto do pastor em vários vídeos divulgados por ele nas redes sociais. Ainda segundo a polícia, duas testemunhas foram ouvidas e as equipes fazem mais investigações. 

‘’Todo o nosso efetivo policial encontra-se comprometido objetivando a qualificação, localização e captura do investigado... ‘’, diz trecho do comunicado da Deam. 

O crime

Segundo a denúncia de testemunhas, o religioso entrou no motel primeiro e ficou consumido drogas no local. Tempos depois, a profissional chegou ao estabelecimento e entrou no quarto.

Ainda conforme o relato, tempos depois, funcionários escutaram gritos dentro do quarto, mas entenderam que não era um pedido de socorro da vítima. 

Na sequência, o pastor foi até a portaria e pediu o fechamento da conta. Funcionária teria dito que era preciso verificar o quarto liberar o cliente. 

Nesse momento, duas pessoas acompanharam o pastor até o quarto e notaram a vítima ferida e ensanguentada. 

Segundo relato de uma funcionária, o pastor "tinha certeza que tinha matado ela".

As duas pessoas e a garota de programa buscaram refúgio em um cômodo no motel e ficaram trancadas até a chegada do socorro. As testemunhas relataram que ouviram chutes e até socos na porta como uma tentativa de arrombar a porta para tirar as mulheres do local.