Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Polícia

Homem é assassinado a facadas durante briga generalizada

Suspeito tentou fugir, mas acabou preso pela polícia

09 março 2019 - 10h11Por Da redação / Plantão Angélica

José Alves dos Santos, de 53 anos, foi morto a golpes de faca na madrugada deste sábado (9) em Angélica, distante 255 km de Campo Grande. O suspeito seria Jamerson de Assis de 28 anos, que foi preso e autuado em flagrante por homicídio simples e homicídio na forma tentada. A vítima residia no distrito da Nova Casa Verde.

Segundo informações ao site Plantão Angélica, o crime aconteceu na Avenida Salvador Conconi, após uma briga generalizada envolvendo diversas pessoas. A polícia foi acionada e ao chegar no local, se deparou com uma grande aglomeração de pessoas e um homem caído ao solo, vítima de diversas facadas.

O acusado, após acertar a vítima com os golpes de arma branca, correu em direção Avenida Francisco Marcolino da Costa trajando uma camiseta bege e de bermuda.

Ao procurar pelo acusado, os policiais encontraram duas pessoas correndo, ambos qualificados  como vítimas de tentativa de homicídio; eles informaram que a pessoa de apelido "Lagoa" estaria tentando matá-los.

Em seguida os policiais dirigiram-se até uma residência onde encontraram uma pessoa sentada no chão aparentemente nervosa e outras pessoas dentro de outra residência. Diante do fato, os policiais pediram autorização ao responsável pelo imóvel e adentraram na casa, onde encontraram um suspeito tomando banho.

Ao sair do banho, Jamerson foi indagado sobre os fatos e confessou que havia discutido com José Alves e levado uma garrafada na cabeça, onde logo após encontrou uma faca e realizou diversos golpes na vítima.

Por apresentar escoriações pelo corpo, o acusado foi levado até o hospital municipal de Angélica e em seguida para a delegacia de Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante.

A vítima e o autor residiam em uma república de funcionários de uma empresa que presta serviços terceirizados à usina instalada no município.

A Polícia Militar bem como uma equipe do núcleo de pericias estiveram no local.