Menu
domingo, 16 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Homem é condenado a 17 anos de prisão por homicídio a golpes de machado

03 dezembro 2015 - 16h09Por Da assessoria

Sandro Luges Duarte foi condenado a 17 anos e quatro meses de prisão pela morte de Ramão Rodrigues, ocultação de cadáver e porte ilegal de arma de fogo. O crime aconteceu no em abril de 2013 e o caso foi julgado pelo Tribunal de Justiça ontem (2), na 2ª Vara do Tribunal do Júri.


Segundo a denúncia, Sandro teria matado a vítima com golpes de machado e o irmão, Marcus Luges Duarte, ficou responsável por ocultar o cadáver. O corpo de Ramão foi encontrado em um terreno baldio no bairro Jardim Auxiliadora, no dia 23 de abril de 2013, em Campo Grande. Eles também foram denunciados por porte ilegal de arma de fogo.


Durante a sessão de julgamento, o promotor de justiça pediu a condenação de Sandro por homicídio qualificado, por ocultação de cadáver e posse ilegal de arma de uso restrito, assim como a condenação de Marcus. pelo crime de ocultação de cadáver e posse ilegal de arma de fogo.


Já a defesa sustentou as teses de legítima defesa, privilégio de violenta emoção logo após injusta provocação da vítima e exclusão das qualificadoras. Pediu ainda a absolvição dos acusados quanto à ocultação de cadáver e posse ilegal de arma de fogo.


Os jurados, por maioria dos votos declarados, condenaram Sandro por homicídio privilegiado qualificado pelo meio cruel e com recurso que dificultou a defesa da vítima, bem como na ocultação de cadáver e posse ilegal de arma.


Já em relação ao irmão, os jurados o condenaram pelo crime de posse de arma de fogo e o absolveram do crime de ocultação de cadáver.