TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Polícia

Homem exibe arma em carreata, faz ameaças à PM e acaba morto

O policial identificado como Tertuliano Neto se apresentou e o caso será investigado

30 outubro 2018 - 10h23Por Da redação / Fala Piauí

Rodrigo Magalhães, de 29 anos, foi morto a tiros após ameaçar e discutir com um policial militar na cidade de Piracuruca, Norte do Piauí. O crime ocorreu na tarde desta segunda-feira (29), no bairro Esplanada.

De acordo com informações da Polícia Militar, Rodrigo participou de uma carreata, que comemorava a vitória do presidente Jair Bolsonaro, exibindo uma pistola. O mesmo postou as fotos num grupo de uma rede social e acabou discutindo com as pessoas do grupo, dentre elas um policial militar.

O comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Erivaldo Viana, informou à imprensa que o suspeito além de postar foto da arma no grupo de watshapp ainda fez ameaças diretas ao militar que estava no grupo.

Já nesta segunda-feira, o militar foi ao quartel e o jovem que exibia a arma chegou junto com ele, tendo eles discutido, o militar mandou ele soltar a arma, mas ele não atendeu. Seguiu no carro, tendo parado descido e iria atirar no policial, que rapidamente reagiu e efetuou dois tiros no jovem identificado como Rodrigo Magalhães.

O policial identificado como Tertuliano Neto se apresentou no distrito e o caso será investigado.

Nota de esclarecimento da PM-PI

A Polícia Militar do Piauí informa que no dia 28/10/18,  Rodrigo Magalhães de Brito  estava numa carreata na cidade de Piracuruca,  portando uma pistola e mostrando para as pessoas, quando a PMPI chegou no local o individuo já tinha evadido. Nesta tarde a Policia Militar foi efetuar a prisão de Rodrigo em virtude de ameaças no Wattsapp.  No momento da prisão o policial verbaliza  e pede para Rodrigo soltar a arma. Ele sai em fuga e a Policia Militar começa o acompanhamento. Em seguida, houve abordagem policial e acabou sendo alvejado durante a intervenção.  O Policial Militar apresentou-se  espontâneamente no Distrito Policial e está dando seu depoimento ao Delegado titular de Piracuruca. A Corregedoria da PMPI tomará todas as providências.

Teresina, 29 de outubro de 2018.