Menu
Busca quinta, 16 de julho de 2020
ALMS
Polícia

Homem morto por policial já havia sido preso por estupro e roubo

Alexandre foi morto cometendo um assalto e já tinha extensa ficha criminal

04 outubro 2016 - 14h15Por Anna Gomes

Alexandre de Lima Alves de Souza, de 22 anos, morto por um policial militar do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) após cometer um assalto, já era um velho conhecido da polícia. Com uma extensa ficha criminal que inclui roubo e até estupro, Souza morreu na tarde de ontem, enquanto roubava duas mulheres em um ponto de ônibus na Avenida Marquês de Lavradio, no Bairro Tiradentes, em Campo Grande.

De acordo com a polícia, o militar chegou a dar voz de prisão para Alexandre, que ignorou a ordem policial e ainda reagiu, mas acabou sendo baleado. Ele estava com outro assaltante que o aguardava em uma motocicleta, mas o comparsa fugiu.

Ainda conforme a polícia, Alexandre teria estuprado e roubado uma mulher em 2013 na cidade de Coxim, distante 250 quilômetros de Campo Grande. No dia do crime, Souza e um comparsa estupraram a mulher e ainda roubaram a vítima que ficou, a todo momento, sendo ameaçada por uma faca.

Já há dois meses, Alexandre e um comparsa assaltaram dois jovens, também na cidade de Coxim. As vítimas foram amarradas durante o assalto. Novamente usando facas, os supostos autores roubaram os dois rapazes que também foram amordaçados pelos criminosos.

 

 

 

Leia Também

Chega de preços abusivos! Procon-MS notifica farmácias de manipulação da Capital
Cidade Morena
Chega de preços abusivos! Procon-MS notifica farmácias de manipulação da Capital
Projeto Amigos do Parque é suspenso em Campo Grande
Cidades
Projeto Amigos do Parque é suspenso em Campo Grande
PIS-Pasep 2020-2021: abono salarial para não correntistas da Caixa e BB começa a ser pago hoje
Economia
PIS-Pasep 2020-2021: abono salarial para não correntistas da Caixa e BB começa a ser pago hoje
Homem leva facada na bochecha dentro de casa na Mata do Jacinto
Polícia
Homem leva facada na bochecha dentro de casa na Mata do Jacinto